“Eu sou um corpo” ou “Eu tenho um corpo”?

O blog de Bill Vallicella é o melhor blog de Filosofia que conheço. Há tempos queria recomendá-lo aqui e seu recente post acerca da relação subjetividade/identidade – corpo é uma excelente ocasião:

Is a per­son just his body?  The med­i­ta­tion is best con­duct­ed in the first per­son: Am I just my body?  Am I iden­ti­cal to my body?  Am I one and the same with my body, where body includes brain?  Am I such that, what­ev­er is true of my body is true of me, and vice versa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.