Depois de Hegel – Frederick Beiser

É com enorme prazer que divulgo a publicação da minha tradução do já clássico livro de Frederick Beiser (Syracuse) sobre a filosofia alemã da segunda metade do século XIX.

 

Frederick Beiser - Depois de Hegel

 

A segunda metade do século XIX foi um período dominado por crises e controvérsias, ao passo que a primeira metade foi de consolidação e consenso. As tradições idealista e romântica já haviam feito suas aparições nos primeiros anos do século XIX e era apenas uma questão de se estabelecerem nas universidades e na consciência pública. O declínio das tradições idealista e romântica na década de 1840, no entanto, levou a um período de desordem, confusão e efervescência. Tal desordem e confusão foram também um ventre de criatividade e renascimento, o começo de uma nova era da filosofia.

 

SUMÁRIO

Apresentação à edição brasileira
Prefácio
Introdução
1. Um meio-século revolucionário
2. As narrativas padrão
3. Método
1 A crise de identidade da filosofia
1. As fontes da crise
2. A Philosophia Perennis de Trendelenburg
3. Filosofia como crítica
4. Schopenhauer e a restauração da metafísica
5. Ascensão e queda do ideal neokantiano
6. A metafísica das ciências de Eduard von Hartmann
7. Dilthey e as visões de mundo

2 A controvérsia do materialismo
1. Contexto e causas
2. A controvérsia começa: Wagner versus Vogt
3. O Struwwelpeter filosófico
4. A Bíblia do materialismo
5. Schopenhauer entra na briga
6. O sensualismo de Czolbe
7. Friedrich Lange, neokantiano e materialista manqué

3 A controvérsia do ignorabimus
1. A conferência de Du Bois-Reymond: conteúdo e contexto
2. Hartmann e a defesa da metafísica
3. A posição materialista
4. Lange e a defesa de Du Bois-Reymond
5. O materialismo metodológico de Nägeli
6. Dilthey sobre as virtudes e vícios do naturalismo
7. Um disfarce e um mártir
8. A última batalha de Haeckel

4 Provações e tribulações de Clio
1. História como ciência
2. Objetividade histórica?
3. A batalha contra o positivismo
4. Mal-entendidos positivistas sobre o historicismo

5 A controvérsia do pessimismo
1. Uma controvérsia esquecida
2. O pessimismo de Schopenhauer
3. A cruzada neokantiana
4. Dühring sobre o valor da vida
5. O pessimismo de Hartmann
6. A autodefesa de Hartmann
7. O valor do trabalho
8. Redenção estética
9. Amor

Apêndice
Duas filósofas esquecidas
Leituras adicionais
Estudos gerais
1. A crise de identidade da filosofia
2. A controvérsia do materialismo
3. A controvérsia Ignorabimus
4. Provações e tribulações de Clio
5. A controvérsia do pessimismo
Índice remissivo

Para comprá-lo diretamente no site da Editora Unisinos, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *